quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

aquelas coisas

E quem é que não sabe, que o quase nem é tudo;
que a incerteza não é sólida e ausência nem é solidão.
Que mingúem as luas e confundam as constelações.
Meu céu tem cá suas cores quaternárias.
É apenas uma questão se sensação.
dum inventário qualquer.
ou besteiras da minha imaginação.



Foto: na saída do trabalho - Parque Capitão Ciríaco

4 comentários:

Samuel Bryan disse...

posso condenar o acre por dezenas de motivos...
mas que aqui deve ter um dos "por do sol" mais bonitos do mundo, ah se tem...

beijos

Hugo Costa disse...

quase não é tudo e nem realmente nada
de uma sensação imaginaria...


belo txt.


Claps, Claps claps

Jannice Dantas disse...

Xll, tem presente p vc lá no meu blog, vai lá, copia e traz p teu.
http://conversadecalcada.blogspot.com/2008/01/presentinho-da-fran-p-decorar-meu-blog.html
Bj

ThiagoMelo disse...

bixo, das palavras eu não sei mais nada :p outrora algo mais se expande...
mas esse céu na saída do trabalho... demais!